Rita Moreira. Tecnologia do Blogger.
RSS

Reação de um bebê de 8 meses ao ouvir a voz da mãe após Implante Coclear

O nome deste bebê é Jonathan, e no vídeo podemos ver sua reação
assim que seu implante coclear é ativado e ele, finalmente, aos  
8 meses de idade pode ouvir pela primeira vez a voz da mãe.
É muito lindo e realmente não tem preço.
Não sei se a melhor parte é quando ele fica de boca aberta com o
susto e deixa a chupeta cair, ou quase no final quando ele fecha os
olhos e parece apreciar os sons =)
 O que é implante coclear?
O implante coclear é um dispositivo eletrônico que estimula
eletricamente as fibras nervosas permitindo que um sinal elétrico
seja transmitido ao nervo auditivo para ser decodificado pelo
córtex cerebral.
Postei aqui um vídeo de um  bebê de oito meses com implante coclear
pesquisando um pouco sobre crianças encontrei esse grupo que ensina
língua de sinais (ASL) para bebês ouvintes filhos de casais surdos
para facilitar a comunicação dos pais com as crianças.
O grupo se chama ‘My Smart Hands‘ e foi fundado em 
2005 pela professora Laura Berg quando ela estava tendo problemas
na alfabetização de seus alunos e procurou um meio de melhorar suas aulas, 
foi quando encontrou por meio de pesquisas um estudo que usava ASL 
para ajudar as crianças a desenvolver suas habilidades na escrita. 
Nas mesmas pesquisas ela descobriu que poderia ensinar ASL
também para bebês, e começou a trabalhar o método com sua
filha que na época tinha um ano de idade.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

26 DE SETEMBRO DIA NACIONAL DO SURDO


A Comunidade Surda Brasileira comemora em 26 de setembro,
o Dia Nacional do Surdo, data em que são relembradas as lutas
históricas por melhores condições de vida, trabalho, educação,
saúde, dignidade e cidadania.
A Federação Mundial dos Surdos já celebra o Dia do Surdo
internacionalmente a cada 30 de setembro. No Brasil, o dia 26 de
setembro é celebrado devido  ao fato desta data lembrar a inauguração
da primeira escola para Surdos no país  em 1857, com o nome de
Instituto Nacional de Surdos Mudos do Rio de Janeiro, atual
INES‐Instituto Nacional de Educação de Surdos.
Toda esta história começou em 26 de setembro de 1857, durante o
Império de D. Pedro II, quando o professor francês Hernest Huet fundou,
com o apoio do imperador o Imperial Instituto de Surdos Mudos. Huet
era surdo.
Na época, o Instituto era um asilo, onde só eram aceitos surdos
do sexo masculino.
Eles vinham de todos os pontos do país e muitos eram abandonados
pelas famílias.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Características da Dislexia




As características lingüisticas, envolvendo as habilidades de leitura e escrita, mais marcantes das crianças dislexias são:

a acomodação e persistência de seus erros de soletração ao ler e de ortografia ao escrever.

confusão entre letras, sílabas ou palavras com difrenças sutis de grafia: a-o, c-o, f-t, i-j, v-u , etc.

confusão entre letras, ou palavras com grafia similar, mas com diferente orientação no espaço: b-d, b-p, d-b, d-q,n-u,w-m, a-e.

confusão entre letras que possuem um pouco de articulação comum, e, cujos sons acusticamente próximos: d-t,j-x,c-g,m-b-p,v-f.

invenções parciais ou totais e sílabas ou palavras: me-em, sol-los, som-mos, sal- las-pla.

Outros fatores da aprendizagem podem acompanhar os disléxicos;

alteração na memória;

alteração na memória de séries e següências;

orientação direita - esquerda;

linguagem escrita;

dificuldades em matemática confusão com relação as tarefas escolares;

podreza de vocabulário;

ecassez de conhecimentoprévio(memória de curto prazo).

Não se pode rotular de dislexia toda e qualquer
dificuldade
na leitura ou na escrita


A dislexia é mais frequentemente caraterizada pela dificuldade na aprendizagem da decodificação das palavras. Pessoas dislexias apresentam dificuldades na associação do som à letra ( o princípio do alfabeto); também constumam trocar letras, por exemplo. b com d, ou mesmo escrevê-las na ordem inversa, por exemplo, " ovóv" para vovó. A dislexia, contudo, é um problema visual, envolvendo o processamento da escrita no cérebro, sendo comum também. Confundir a direita com a esquerda no sentido espacial. Esses sintomas podem coexistir ou mesmo confundir se com características de vários outros fatores de dificuldade de aprendizagem, tais como déficit de atenção/hiperatividade, dispraxia, discalculia e/ou disgrafia. Contudo a dislexia e as desordens de déficit de atenção e hiperatividade não estão correlacionados com problemas de desenvolvimento.

______________________________________________

DISLEXIA - MÉTODO E INTERVENÇÃO

As intervenções para o tratamento da dislexia tem sido feita principalmente por meio de dois método de alfabetização . O multissensorial e o fônico

É importante destacar que o método multissensorial é mais indicado para as crianças mais velhas, que já possuem histórico de fracasso escolar. O método fônico é indicado para crianças mais jovens e deve ser introduzidas logo no início da alfabetização.


Fontes: MARTINS,Vicente. A dislexia em sala de aula. In Pinto, Maria Alice Leite(org.)Psicopedagogia diversas faces, múltiplos olhares. São Paulo: Olho d"àgua,2003.



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Dificuldades de aprendizagem ou patologia?


Dificuldade da aprendizagem ou patologia? Está presente no discurso social escolar uma tendência a relacionar o insucesso escolar com a patologia da aprendizagem. Essa tendência traduzida sob a expressão distúrbio de aprendizagem representa uma posição: um olhar mais voltado para as questões do organismo. Mas o sujeito da aprendizagem é mais do que organismo. Ele é também uma reedição da tendência mundial da década de 1970, quando as crianças que fracassavam na escola eram encaminhadas para serviços de saúde. Não há como negar as causas orgânicas para as dificuldades de aprendizagem, porém sua incidência é mínima, se comparada ao insucesso escolar geral.

A preocupação com os distúrbios de aprendizagem se por um lado, tranqüiliza os envolvidos porque nomeia um fenômeno, por outro, pode isentar de responsabilidade àqueles que se ocupam do ensino. Os esforços e o foco da intervenção não deveriam enfatizar a discriminação do que é patologia e o que é dificuldade de aprendizagem. Urge encontrar alternativas que promovam o sucesso da escolarização. Um dos caminhos possiveis para aquelas que se identificam com a persistência da complecidade dos fatores envolvidos no processo de ensino-aprendizagem é tomar como ponto de partida a aprendizagem.

Uma das principais funções e finalidades do psicopedagogo é pesquisar as possíveis razões para o fracasso escolar. Quando as pistas e os sinais são pesquisados nos discursos social e singular, há maiores possibilidades de atender o sujeito da aprendizagem globalmente, podendo, como melhores condições, identificar e distinguir possíveis patologias das dificuldades de aprendizagem.

Como aprender é próprio ao ser humano, a expectativa é de sucesso incondicional. Dificuldades para a aprender são inerentes e pertinentes, devido aos múltiplos e complexos fatores envolvidos e também porque aprender é " um empreendimento difícil".

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Interessante! Bebê que aprendeu Língua Brasileira de Sinais

Um passeio por Vitória/ES

Para ENVIAR sua mensagem desça a barra de rolagem até o final